São Luis, 30, de Maio de 2017

Em pleno século XXI, aparece em Pedrinhas um pombo-correio traficante; Só chamando Rubião…

rubiao

Era só o que faltava! Após ser palco de várias mortes violentas, incluindo dezenas de decapitações, o Complexo Penitenciário de Pedrinhas aparece agora na mídia por causa de uma ave fazendo as vezes dos chamados pombos-correios.

Com uma diferença: o pombo correio de Pedrinhas leva muito mais do que bilhetes. De acordo com a própria Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) o pássaro encontrado portava em uma das patas um papelote de substância semelhante à maconha.

O pombo-correio é uma variedade domesticada do pombo-comum ou pombo-das-rochas. Foi escolhido porque, como todo pombo retorna geralmente a seu próprio ninho e a sua própria mãe.  Essa espécie foi muito usada durante a Segunda Guerra Mundial para o envio de mensagens e documentos.

Na novela “Liberdade, Liberdade”, da Rede Globo, Rubião, o intendente de Vila Rica, interpretado pelo ator Mateus Solano, conseguiu um falcão eficiente na interceptação de pombos correios, com possíveis mensagens de traidores da coroa.

Quem sabe Rubião e o seu falcão não resolvam o mais novo problema de Pedrinhas?

Domingo quente! Mais um ônibus incendiado em São José de Ribamar

ônibus incendiado

Mais um incêndio a ônibus foi registrado na noite deste domingo na região metropolitana de São Luís.

Atendendo ao comando de uma facção criminosa que atua no Maranhão, marginais incendiaram um ônibus no bairro Alto do Turu, em São José de Ribamar.

De acordo com informações de populares, cinco pessoas teriam ateado fogo ao veículo, que estava estacionado em uma rua do bairro, próximo a um ponto de venda de drogas.

A onda de incêndio aos ônibus começou na última quinta-feira, segundo os criminosos, uma forma de protesto contra a condição a que estão submetidos no Complexo de Pedrinhas. Segundo o Governo, é uma retaliação ao combate à criminalidade feito pelo Sistema de Segurança do Estado  nos últimos meses. (Relembre aqui o início)

Sem trégua! Bandidagem não se intimida com polícia e queima mais ônibus

Ônibus decidiram parar de circular de vez…

onibus incendiado no nova terraMais um ônibus foi alvo dos bandidos na região metropolitana de São Luís, que vive sob a ataque de facções criminosas. Desde ontem, os criminosos voltaram a tocar o terror queimando ônibus e promovendo arrastões.

No final da tarde desta sexta-feira (20), um ônibus foi incendiado no Parque Jair, em São José de Ribamar. Duas casas acabaram sendo atingidas, de acordo com as últimas informações.

Diante da ameaça, os operadores do setor de transportes decidiram retirar os ônibus de circulação.

PS.: Além desse fato registrado no Parque Jair, foram registrados ônibus incendiados no bairro Nova Terra, também em São José de Ribamar (na foto), e no bairro Cajueiro, em Paço do Lumiar. Os dois, já no início da noite.

O cão saiu da garrafa! Ônibus incendiados, assaltos e mortes nesta quinta na Ilha

O cão saiu da garrafa! Ônibus incendiados, assaltos e mortes nesta quinta na Ilha

Foi uma tarde como há muito não se via na Ilha. Ônibus foram queimados, policiais atacados e mortes registradas, numa ação orquestrada por uma facção criminosa que atual na região metropolitana de São Luís, de acordo com as primeiras informações.

Um policial foi encaminhado para o Socorrão II, após ser atingido pelos bandidos no bairro do Cohatrac. Ele foi direto para a sala de cirurgia, mas ainda em estado de consciência.

onibus incediado na ilha e morte

Mensagens de áudio pipocaram em vários grupos de WhatsApp informando dos supostos crimes em vários pontos da Ilha. Conforme outra mensagem de texto, que também circulou, as guarnições de resgate e salvamento, além da Polícia Militar, entraram em alerta máximo.

“Bandidos em represália tocaram fogo em dois ônibus nos pontos finais do Maiobão e Vila Cafeteira. Entramos em alerta máximo, pois os bandidos em motos e carros roubados ainda não foram presos”, disse a mensagem supostamente do Comando do Batalhão Militar do Maranhão. A concentração dos ataques seriam em São José de Ribamar, Paço do Lumiar e São Luís.

No meio da tarde, um jovem identificado apenas por Marcelinho foi morto a tiros no bairro do São Francisco (na foto acima, no detalhe).

onibus incendiado1 onibus incendiado3 onibus incendiado2

Leia Mais: Confirmado! Ônibus já estão sendo recolhidos sem hora pra voltar a circular

Enquanto a moral do Maranhão é destruída lá fora, no interior do Estado seguem as explosões

Enquanto a atenção dos maranhenses, dos brasileiros e até do mundo se voltou para uma decisão tresloucada do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP), anulando [e depois, desanulando] o processo de impeachment, no interior do Estado, os assaltantes voltaram para suas rotinas: explodir caixas eletrônicos.

Na madrugada desta terça-feira, dia 10, mais uma agência do Banco Bradesco de São Benedito do Rio Preto foi atacada por bandidos. Por volta de 1h30, seis homens armados quebraram a porta do estabelecimento e, em seguida, causaram a explosão na parte interna.

1462867499-230282811

O prédio ficou bastante destruído. Parte do forro veio abaixo. Não há informação sobre a quantia roubada, e os criminosos fugiram em uma caminhonete levando uma pessoa refém, que foi abandonada em seguida.

No último domingo (8), seis assaltantes já haviam tentado arrombar um caixa do mesmo bando no município de Centro Novo do Maranhão. Nenhuma quantia em dinheiro foi levada.

E seguem os arrombamentos, dos caixas eletrônicos e da moral do Maranhão mundo afora.

Pense num cabra sério! Aposentado faz reconhecimento de paternidade de cinco filhos adultos

O aposentado José de Ribamar Silva, 75, morador de São Luís, procurou espontaneamente o Centro de Conciliação do Fórum Des. Sarney Costa (Calhau), por meio do projeto “Reconhecer é Amar!”, para fazer o reconhecimento de paternidade de cinco filhos, todos adultos.

Presentes na audiência, realizada na última segunda-feira (25), os filhos e também a mãe que mora no município maranhense de Alcântara. Visivelmente emocionados, após a audiência todos saíram juntos e foram para a casa do pai, no bairro Jaracati.

“Foi uma emoção muito grande. Não ter o nome do nosso pai na certidão de nascimento é como se estivesse faltando um pedaço da gente. Se já o amávamos, com esse gesto dele passamos a amar mais ainda”, afirmou a feirante Célia Regina Diniz, uma das filhas que teve a paternidade reconhecida. “Agora temos também os nomes dos nossos avós paternos”, completou.

reconheceréamar

Ela conta que os pais conviveram por 18 anos e quando se separam os cinco filhos eram todos pequenos. Após a separação, a mãe Silvestrina Rosa Diniz registrou todas as crianças sem o nome do pai.

José de Ribamar Silva mudou-se para São Luís e depois trouxe os filhos Célia Regina e José Carlos Diniz para morar com ele. A mãe continuou residindo em Alcântara, com as outras três crianças: Miriam, Francisca e Inocênio Diniz. Os pais formaram novas famílias e tiveram, cada um, outros cinco filhos. “Ao todo somos 15 irmãos”, disse.

Os filhos afirmam que após a separação, José de Ribamar Silva quis reconhecer a paternidade de todos, mas houve resistência por parte da mãe. Mesmo após adultos, eles não buscaram o reconhecimento da paternidade para não contrariar a genitora. “Respeitamos a vontade dela, mas graças a Deus agora nossa mãe aceitou e realizamos esse desejo que era de todos nós”, garante Célia Regina Diniz.

A conciliadora Luciene Silva Aquino disse que durante a audiência pai e filhos estavam bem descontraídos e houve momentos em que se emocionaram bastante. Acostumada a realizar audiências de reconhecimento de paternidade, a conciliadora ressaltou que essa, em especial, foi uma situação não muito comum, pela quantidade de filhos reconhecidos, pela idade das partes e também por ter sido uma iniciativa espontânea do pai. Segundo ela, geralmente esse tipo de conciliação envolve filhos ainda crianças ou adolescentes.

Jogador do Moto é assaltado em parada de ônibus após jogo

Na noite desse domingo (24), o jogador reserva do Moto Club Denilson Santos Sousa, 19 anos, foi assaltado em uma parada de ônibus, após sair do jogo do Moto X MAC no estádio Castelão, em São Luís.

Segundo o jogador, ele estava em uma parada de ônibus no bairro do Outeiro da Cruz, por volta das 19h30, esperando o coletivo, quando foi abordado por dois homens em uma moto BIZ preta. Os criminosos tomaram o celular da vítima e ainda o ameaçaram de morte.

“Eles estavam com um revólver 38 apontado para mim e falaram que iam me matar, só não me mataram por causa de uma senhora que estava comigo. Graças a Deus, acho que foi Deus na causa. O que estava pilotando a moto foi quem falou para o da garupa para me matar logo. A senhora que estava na parada ficou na minha frente e disse para eles não fazerem isso, que eu estava saindo do jogo”, relata Denilson Santos.

O jogador reclama do fato de a região ser isolada e não ter policiamento. “A área é muito deserta e precisa ter segurança. Tem muita gente ali que sai do estádio, após assistir o jogo, e vai para a parada esperar o ônibus e não se sente seguro”, afirmou.

Denilson Santos afirma que, recentemente, dois colegas de clube foram assaltados quando iam para o Centro de Treinamento. (Do Imirante).

Policial reage a assalto e mete bala em três suspeitos

Início de tarde daqueles em São Luís! Um policial militar reagiu a uma tentativa de assalto na famosa Rua do Fio, no bairro da Cohab.

troca de tiros em sl

Três suspeitos tentaram assaltar uma pessoa que estava em um carro quando um policial, que estava num estabelecimento comercial em frente, percebeu a ação e reagiu.

morte em sl

O policial conseguiu balear os três suspeitos, entre eles, uma adolescente menor de idade. Todos foram encaminhados ao Socorrão I, em estado grave.

Bares “famosos” do Olho D’Água são demolidos

Uma força-tarefa, comandada pelo Ministério Público Estadual, resultou na demolição de quatro bares localizados ao longo da Praia do Olho D’Água.

A operação está sendo realizada pela Promotoria de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial, sob o comando do promotor Cláudio Cabral Marques, e executada pela Blitz Urbana, com o apoio da Delegacia de Costumes, Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Secretaria de Patrimônio da União (SPU), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Segundo informações do Ministério Público, a área é considerada de alta criminalidade, com ocorrência de tráfico de drogas e prostituição.

caranguejo bar

No dia 10 deste mês, uma briga generalizada dentro do Caranguejo Bar – um dos quatro estabelecimentos demolidos na operação de hoje – resultou na morte de Fernando Gomes de Lima, de 23 anos.

foto_blitzurbana

Ainda segundo o Ministério Público, desde 2009, os donos dos bares vêm sendo notificados por várias irregularidades. No momento da demolição, não houve resistência, mas os proprietários dos estabelecimentos alegaram que não receberam notificação da Blitz Urbana sobre a ação de hoje.

Condenada a 10 anos de prisão a mulher que atropelou oito em Panaquatira

Em sessão do Tribunal do Júri da Comarca de São José de Ribamar, realizada nesta segunda-feira, 18, Samanta Martins da Silva Yoshihiro foi condenada a 10 anos e seis meses de prisão, pelo atropelamento que, no ano de 2010, matou Carlos Daniel da Silva Rodrigues, de três anos, e feriu Carla Cristine da Silva Rodrigues e Darcy Santos Cardoso. Além delas, mais cinco pessoas foram vítimas do atropelamento.

A sentença corresponde à soma das penas do homicídio e das duas de lesão corporal. A condenada poderá recorrer em liberdade. Porém, estará com o nome no Sistema Nacional de Procurados e Impedidos do Departamento da Polícia Federal (Sinpi), permanecendo impedida de tirar passaporte e de sair do território nacional.

julgamento

Representou o Ministério Público do Maranhão, na sessão, a promotora de justiça Bianka Sekeff Sallem Rocha, auxiliada pelo promotor de justiça Benedito Coroba. Proferiu a sentença a juíza Teresa Cristina de Carvalho Pereira Mendes.

No julgamento, o júri acolheu a tese de acusação do Ministério Público do Maranhão de homicídio com dolo eventual. “O júri representa toda a sociedade. Os jurados reconheceram que a ré teve uma conduta gravíssima, rejeitando a tese de homicídio culposo. Essa decisão deixa um recado claro para os outros motoristas e para toda a população: quem bebe e dirige é totalmente responsável por esse ato e suas consequências”, afirmou a promotora de justiça Bianka Sekeff.

Em setembro de 2010, Samanta Martins Yoshihiro, após consumir bebida alcoólica, dirigiu em alta velocidade na areia da praia de Panaquatira, que estava repleta de banhistas, atropelando oito pessoas, entre as quais Carlos Daniel. A criança morreu enquanto tomava banho de mar.

Consta nos autos, que a condenada fugiu sem prestar socorro à vítima.

Página 1 de 1112345...10...Última »

ÚLTIMO VÍDEO

00:00:00
Uma boa política educacional é o caminho para um novo rumo

TOP EDITORIAS

          REDES SOCIAIS

          Informação com responsabilidade e opinião

          Todos os direitos reservados © 2011 - Gazeta da Ilha